Poesia - Dexter - Ativista Alado



Dexter - Ativista Alado

Anoiteceu...
Assalto armado.
Apanhado, acabou apunhalado, arrastado, algemado.
Alguns afirmaram: aprisionado até apodrecer.
Agonia, abatimento, aflição. Apatia, angústia, apreensão.
Abandono, atraso, atrito. Amargura, abismo.
Ante as adversidades, acreditou.
Animou, aspirou avançar, almejou.
Aprendeu, aprendeu, aprendeu.
Alternativa às armas, amadureceu a arte.
Aprimorou a alta aptidão. Agregou asas, auréola. Anjo, ascendeu.
Auto-determinado, aproveitou amigos, alianças, aliados.
Agora? Afamado ativista. Anti-reacionário, alternativa à aristocracia.
Avesso à arrogância, adversário à alienação.
Adepto à atitude apresentando apologia ao amor.
Antídoto ao arbitrarismo, ameaça às atrocidades.
Ataque a autoridades, atentado ao apartheid.
Aprovado, adimirado, aplaudido, aclamado.
Amanheceu...

Um comentário:

Anônimo disse...

Rumo a todas as letras do alfabeto!!!