Poesia - Questão de Valores



Teu colar vale
a minha casa e a dos meus amigos

tua postura não vale
a pulga da barba do mendigo


EBNER

Nenhum comentário: